Cantanhede: Município pretende manter taxa de IMI em 0,38% e Derrama a 1,5%

2021-11-09

A autarquia recorda que, no que respeita ao IMI, a taxa máxima de 0,45% poderia ser cobrada aos proprietários de prédios urbanos do concelho.

Cantanhede: Município pretende manter taxa de IMI em 0,38% e Derrama a 1,5%

A Câmara Municipal de Cantanhede propõe-se adotar em 2022 a mesma taxa de IMI do presente ano, ou seja 0,38%, mantendo assim o desconto de 15,6% em relação à taxa máxima de 0,45% que poderia ser cobrada aos proprietários de prédios urbanos do concelho.

Já aprovada pelo executivo camarário, a proposta nesse sentido vai agora ser submetida à votação da Assembleia Municipal num enunciado que prevê a aplicação do designado IMI Familiar, traduzido numa ainda maior redução do imposto para agregados familiares com dependentes a cargo.

Também aprovada pela Câmara Municipal de Cantanhede foi a isenção da Derrama para as empresas com um volume de negócios que, no ano anterior, não ultrapasse 150.000 euros. Ficam assim isentos desta taxa sobre o lucro tributável sujeito e não isento do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC), os agentes económicos que não superem o referido valor de faturação, mantendo-se a taxa de 1,5% para as restantes.

A autarquia tem, ainda, intenção de manter em 2022 o Incentivo à Empregabilidade, programa destinado a dinamizar a base económica, estimular o mercado de trabalho e promover o alargamento da oferta de oportunidades de emprego. Este apoio materializa-se na atribuição de uma verba pecuniária por cada posto de trabalho criado por empresas do concelho que procedam à criação líquida de emprego.

 

 

- Publicidade -

- Publicidade -

 

- Publicidade -

 

 

- Publicidade -