Dóris dos Santos vence “Prémio de Estudos em Cultura do Mar – Octávio Lixa Filgueiras”

2021-11-22

Dóris Joana Simões dos Santos apresentou a obra “Arte, museus e memórias marítimas. Identidade e representação visual da Nazaré” que resulta de uma tese de doutoramento realizada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Dóris dos Santos vence “Prémio de Estudos em Cultura do Mar – Octávio Lixa Filgueiras”

Dóris dos Santos é a vencedora do “Prémio de Estudos em Cultura do MarOctávio Lixa Filgueiras”.

“Arte, museus e memórias marítimas. Identidade e representação visual da Nazaré”, da autoria de Dóris Joana Simões dos Santos, foi o trabalho vencedor da quinta edição do “Prémio de Estudos em Cultura do Mar Octávio Lixa Filgueiras”, instituído pela Câmara Municipal de Ílhavo, através do Museu Marítimo de Ílhavo.

O anúncio do vencedor do galardão aconteceu este sábado, dia 20, no âmbito das comemorações do Dia Nacional do Mar.

A obra distinguida resulta de uma tese de doutoramento realizada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

De acordo com o júri, a obra distinguida “constitui um contributo muito relevante e inovador para os estudos de cultura marítima e conjuga diversas dimensões que correspondem aos objetivos do Prémio Octávio Lixa Filgueiras”.

O júri destacou, ainda, “a solidez e qualidade do trabalho, os contributos que oferece para a museologia marítima e o estudo de caso, muito relevante, centrado na construção mítica da maritimidade da Nazaré, cujos discursos resultaram de múltiplos afluentes, das artes plásticas à literatura e ao cinema, passando pela cultura material da comunidade piscatória local e pelo papel reprodutor das elites”.

Nesta quinta edição, o “Prémio Octávio Lixa Filgueiras” alcançou um número recorde, quer de inscrições, quer de submissões de obras. No total, foram realizadas 26 inscrições, das quais 16 efetivaram a candidatura.

 

 

- Publicidade -

- Publicidade -

 

- Publicidade -

 

 

- Publicidade -